Porque Existem Diferentes Tipos de Plano de Saúde?

Está a procura de um plano de saúde individual ou empresarial? Ainda não decidiu o perfil e as características do seu convênio médico? Compreendemos que cuidar da saúde é fundamental para garantir o bem-estar e os cuidados pessoais, dessa forma o momento de escolher um serviço, pode ocasionar anseios e até desistência, durante a curadoria. Esclarecemos no texto abaixo as maiores dúvidas sobre os tipos de plano de saúde.

Quais são os tipos de plano de saúde?

Atualmente, no Brasil são disponibilizadas três classificações de plano de saúde com coberturas e procedimentos determinados pela empresa. Sendo assim, as formas de contrato são:

Plano individual 

  • Assistência médica para uma ou mais pessoas, integrantes de uma mesma família, logo um titular é responsável pela contratação e determina, a partir do perfil dos familiares o tipo de pacote de saúde.

Plano Coletivo por adesão

  • Indicada para autônomos e profissionais liberais, assim como vínculo com pessoa jurídica ou empregatícia, nesse sentido a administradora ou o sindicato são responsáveis pela contratação e cobrança do benefício.

Plano Coletivo Empresarial

  • Benefício atribuído ao colaborador, com possibilidade de cobertura para seus familiares, nesta classificação a empresa é a responsável pela contratação e cobrança, geralmente descontada em folha de pagamento.

Plano Coletivo Familiar

  • Outra opção de usufruir de um plano de saúde, individualmente é contratar o convênio familiar, desta forma o titular/ responsável pela contratação obtém a vantagem de incluir dependentes, cônjuges e companheiros em um único benefício. 

Quais são os tipos de cobertura? 

Ao decidir por um plano de saúde, o contratante pode parecer aflito com a quantidade de coberturas e características no contrato do convênio, no entanto é primordial estar atento nas classificações adequadas ao seu perfil. 

Isto é, se você procurar somente atendimento clinico, exames de rotina e tratamentos de acompanhamento, a cobertura ambulatorial pode ser adequada as suas condições. 

Já para quem é decidido por um serviço com atendimento de emergência e possíveis internações, a cobertura hospitalar é a ideal. Além de tudo, famílias que pretendem “aumentar”, o pacote de saúde oferece a cobertura hospitalar com obstetrícia. 

 Segundo a Agência Nacional de Saúde, as coberturas assistenciais são classificadas como: 

  • Ambulatorial;
  • Hospitalar sem obstetrícia;
  • Hospitalar com obstetrícia;
  • Exclusivamente Odontológico;
  • Referência;
  • Ambulatorial + Odontológico;
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia;
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia;
  • Hospitalar com obstetrícia + Odontológico;
  • Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico;
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico;
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia + Odontológico.

*Comentaremos mais à frente sobre os tipos de plano e cobertura.

Abrangência dos Planos de Saúde

Cobertura nacional do plano de saúde

Viagens a trabalho, visitas a família ou descansar em uma casa no Estado vizinho podem ser atividades de rotina para o contratante do plano de saúde, por esta razão optar por um convênio com cobertura nacional, pode ser a solução de uma dor de cabeça ou acidente doméstico.

Isto é, a cobertura nacional do plano de saúde, visa abranger todas as 27 unidades federativas do Brasil, sendo assim se você residir em São Paulo e visitar o Pará está apto a ser atendido em uma rede credenciada do seu convênio.

Outra vantagem, da cobertura nacional é efetuar um contrato no Rio de Janeiro e residir, bem como utilizar o plano de saúde na cidade de Recife. 

Ainda mais, com o aplicativo e plataforma digital do seu plano de saúde, você pode conferir os hospitais e as clínicas credenciadas e se preparar para a viagem. 

Cobertura regional do plano de saúde 

Cobertura popular para potenciais pacientes que procuram um plano simples com assistência médica na zona que reside ou apenas estadual.

O plano de saúde com cobertura regional, objetiva atender as redes credenciadas de uma única zona regional ou em todo estado, em outras palavras, você pode obter um convênio para exclusivamente para a cidade de São Paulo. 

Já se o contratante, reside e trabalha em cidades distintas o plano de saúde com abrangência regional é o mais indicado, como por exemplo: Atendimento na Região Metropolitana. 

É importante salientar que algumas empresas oferecem o modo viagem, ou seja, você adquire um pacote de cobertura durante o período de deslocação. 

Rede Credenciada

Com certeza, você já se deslocou a um laboratório ou clínica, pronto para conseguir um atendimento, mas a recepcionista informou que o seu plano não é conveniado da empresa? Situações adversas são usuais, no entanto para evitar a restrição confira com a sua operadora a rede credenciada.

Ou seja, é de obrigatoriedade do plano de saúde, entregar junto ao contrato, o manual de utilização e a Rede Credenciada com seus respectivos locais de atendimento.

Desse modo, o contratante evita o deslocamento prescindível e obtém o atendimento desejado. Uma dica é manter o aplicativo do plano atualizado para verificar os estabelecimentos credenciados.

Como decidir pela segmentação hospitalar?

A primeira etapa para decidir e usufruir de um bom contrato é analisar o seu perfil individual e familiar, bem como colaborativo. Em outras palavras, se você é um indivíduo com comorbidades médicas ou pretende engravidar, o plano de saúde hospitalar com obstetrícia pode ser o indicado para as suas condições.

Já para empresa, é interessante proporcionar aos funcionários uma cobertura assistencial completa com a oportunidade ambulatorial e hospital com obstetrícia.

Como também, oferecer possibilidades para que o funcionário decida pela cobertura a ser adquirida, algumas instituições trabalham com dois ou mais serviços. 

Como identificar o plano de saúde?

O momento da contratação é o principal fator para decidir e identificar o plano de saúde que se encaixa com as condições estabelecidas. Dessa forma, converse com o atendente ou operador de saúde e esclareça com transparência os procedimentos de interesse e a cobertura regional abrangente.

Lembre-se que profissionais assistenciais, como psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos podem não estar inclusos na cobertura do seu plano. Portanto, indique suas necessidades e após alcançar os objetivos, firme o contrato.

Logo, o próximo passo é definir a classificação do convênio médico, se você está em busca de atendimento individual ou familiar, as opções são categorizadas como: Plano de Saúde: individuais ou familiar. 

Já para microempreendedores, pequenas, médias e grandes empresas e empresas, as prestadoras classificam as alternativas como: Plano de saúde: empresarial coletivo ou adesão. 

O que é tipo de acomodação em plano de saúde?

acomodação em plano de saúde
Acomodação em plano de saúde

A acomodação é o quarto ou apartamento que o paciente é hospitalizado, ou somente acompanhado pela equipe médica. A enfermaria e o quarto coletivo são os tipos de acomodação populares nos planos de saúde, assim como o apartamento individual. 

Veja mais detalhes sobre cada tipo:

Enfermaria e quarto coletivo

  • É indicado para o contratante que deseja usufruir de uma assistência médica hospitalar com internação, no entanto aproveitando do custo-benefício;
  • A principal diferença do quarto coletivo é a privacidade, ao eventualmente suceder uma internação, o paciente vai ser acompanhado entre 2 e 4 pessoas no mesmo quarto;
  • Dessa forma, o banheiro e objetos como televisão são compartilhados entre os pacientes.

Quarto/apartamento individual

  • No apartamento individual, o paciente recebe toda a privacidade durante a internação, sanitário, objetos e até frigobar podem acompanhar o titular ou dependente na eventual passagem hospitalar;
  • Vale destacar que o direito a um acompanhante, é de responsabilidade das diretrizes do hospital, sendo assim a ANS só garante o acompanhamento de responsáveis para menores de 18 anos, idosos acima de 60 e portadores de necessidades especiais. 

Acomodações especiais

Aliás, já que estamos falando sobre plano de saúde individual e familiar, precisamos abordar os tipos de acomodações especiais. Em outro termo, a acomodação especial pode ser nomeada como apartamento exclusivo, executivo e clássico.

São acomodações individuais, onde o paciente recebe maior privacidade, com banheiro individual, extensão no horário de visitas e objetos extras como TV a cabo e frigobar. Além do mais, em planos de saúde premium, os apartamentos hospitalares podem permitir acompanhante 24 horas e até refeições especiais. 

No entanto, se você e sua família estão procurando um contrato com custo-benefício podem optar pela acomodação coletiva/enfermaria, os quartos são similares ao apartamento clássico, sendo a grande diferença a companhia de outros pacientes entre 2 e 4 camas.

Resgate aéreo pelo plano de saúde

Ainda sobre planos de saúde com condições premium ou executivas, há o benefício de transportes próprios da empresa, desde ambulâncias à resgate aéreo, desse modo, efetuando a transferência do paciente, de forma rápida e segura. 

O plano de saúde Unimed, Amil e a SulAmérica são alguns planos de saúde que oferecem o benefício aéreo.

Contudo, o resgate aéreo também pode ser garantido, de acordo, com resolução RN nº 259, de 2011, em situações de transferência de emergência do paciente quando o município e regiões próximas não obtiverem o atendimento aguardado.

Atendimento a domicilio 

Em primeiro momento, não há leis ou normas provisórias que garantam o atendimento domiciliar obrigatório pelo plano de saúde.

Entretanto, atualmente com acessibilidade de transporte, diversos planos de saúde oferecem o atendimento domiciliar e até a coleta em domicílio em parceria com o laboratório credenciado. 

Em conclusão, entre em contato com a sua operadora de saúde e argumente sobre a possibilidade de incluir o atendimento a domicílio no seu plano de saúde.

Plano de Saúde com coberturas de referência

Além das, coberturas citadas ao longo do texto diversos planos de saúde, também oferecem assistências personalizadas e sofisticadas com atendimento em hospitais de referência nacional.

Isto é, classificados como premium ou vip, a cobertura de referência é oferecida pelo convênio tradicional e oportunizam vantagens como assistência domiciliar, veículos próprios e até helicópteros para o acompanhamento do paciente.

Bem como, internação nos Hospitais de referência do país, a mencionar Hospital Sírio-Libanês e o Hospital Israelita Albert Einstein. Á vista disso, o contratante pode entrar em contato com o plano de saúde e obter maiores informações sobre vantagens e coberturas em convênios “top”.

Os tipos de plano de saúde no brasil

No Brasil, há vasta possibilidade de alcançar um serviço de saúde com custo-benefício e coberturas excepcional para o perfil do contratante. Vale destacar, que é essencial conferir na ANS a vigência e regulamentação do pacote ou seja, existem planos e coberturas de saúde desativados e ainda sendo comercializado por operadoras. 

Logo, a melhor forma de adquirir um plano de saúde individual/familiar ou coletivo empresarial é firmando contrato direto com o serviço ou operadora de saúde.

Destaca-se a abrangência regional do plano de saúde, para contratante que costumam viajar para outras cidades e estados, é interessante optar pelo plano nacional. Já para quem procura atendimento de rotina, a cobertura regional pode ser indicada. 

Quais os tipos de segmentos assistenciais no Brasil?

A fim de solucionar, todas as dúvidas sobre os tipos de plano de saúde oferecidos no Brasil, preparamos abaixo as principais características dos segmentos assistenciais.

Plano de Saúde ambulatorial 

De modo geral, todos os planos de saúde no Brasil efetuam a cobertura ambulatorial, isto é, consultas ao pronto-socorro, leito de 12 horas e atendimento clinico.

Segundo a ANS o plano ambulatorial deve comtemplar todos os exames e procedimentos garantidos pelo Rol de procedimentos mínimo do órgão.

Outra característica do plano ambulatorial é a carência, parte dos contratantes expressam medo e temor ao necessitar de uma urgência e a cobertura ser negada. No entanto, a carência não expressa jurisdição em situações de emergência após 24 horas de assinatura do contratante. 

Dessa forma, ao optar pelo convênio médico ambulatorial, todas as emergências e urgências hospitalares estarão protegidas.

E se o paciente necessitar de internação?

Já para internação, o plano ambulatorial não tem a obrigatoriedade de garantir, ou seja, após 12 horas do paciente na emergência fica a critério do serviço oferecer a internação ou enviar para uma enfermaria do Sistema de Saúde Único (SUS).

Plano de Saúde Hospitalar sem obstetrícia

Em regra, a cobertura da segmentação hospitalar deve oferecer ao paciente internação em enfermaria/quarto coletivo ou apartamento individual, após 12 horas de atendimento urgente no local.

O plano de saúde hospital, também visa a cobertura de procedimentos cirúrgicos, previstos no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde – 2021, isto é:

No entanto, é fundamental destacar que a internação acima citada, só vale para acompanhamentos de emergência e eventuais. Para cirurgias reparadoras, o contratante deve aguardar o período de carência de 180 dias, ou conforme estabelecido no contrato do plano de saúde.

Plano de Saúde Hospitalar com obstetrícia

Como mencionado acima, o plano de saúde hospitalar é a cobertura que garante a internação de acompanhamento do paciente, em situações de emergência e após a carência internações de cirurgias reparadoras. Contudo, há outra modalidade de plano de saúde que objetiva atender futuras grávidas, ou seja, cobertura da obstetrícia. 

Já entendemos que o pacote de saúde, visa atender eventos urgentes e emergentes, como acidentes e mal-estar, entretanto e para as grávidas como funciona?

Em síntese, o plano de saúde fornece 300 dias de carência para atendimento de obstetrícia, em outras palavras na situação de parto padrão. Já para consultas e emergência a consulta é convencional.

Mas, se a paciente precisar de um atendimento prematuro a cobertura é concretizada?

Sim. A as normas da ANS, garantem que grávidas em situações de risco à vida da mãe e do bebê podem ser atendidas e efetuar cirurgias durante o tempo de carência do plano de saúde.

Atendimento de emergência

Você sabia que ao contratar um plano de saúde ambulatorial ou hospitalar, o pronto socorro/emergência fica disponível para utilização após 24 horas da assinatura do contrato? Dessa forma, você não precisa aguardar em casa ou no fim do período de carência para o atendimento de emergência.

Em outras palavras, a Agência Nacional de Saúde Suplementar, garante que todo paciente em situação de urgência e risco à vida, deve ser atendido em um pronto socorro ou Hospital isolado (internação parcial). 

Artigo 35C da Lei nº 9.656 de 03 de Junho de 1998:

I – de emergência, como tal definidos os que implicarem risco imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizado em declaração do médico assistente; (Redação dada pela Lei nº 11.935, de 2009).

Período de carência

O período de carência do plano de saúde é um fator variável a depender do seu tipo de contrato e características do plano, em alguns convênios “Top”, a carência é ausentada pela empresa contratada.

No entanto, em conformidade com as regras da ANS o período de carência é o início da sua utilização no plano, sendo assim, é inconcluso solicitar a cobertura de despesas antecedendo a contratação do plano de saúde.

Logo, a carência do plano de saúde é uma garantia que ocorra transparência entre o contratante e contratado, assim propiciando a utilização após assinatura de contrato e prazos estabelecidos para procedimentos não eventuais. Como por exemplo: 

  • Carência de 24 horas, após assinatura do contrato para casos de urgência: acidentes, risco à vida e lesões permanentes;
  • Prazo de carência de 300 dias para partos padrões, isto é, parto entre 37 a 40 semanas. Já para prematuros e possíveis complicações gestacionais a carência é isenta.
  • Carência de 180 dias para procedimentos habituais, como cirurgias reparadoras.

Conclusão!

É essencial, comentar que o convênio médico se destina o atendimento em redes credenciadas, ou seja, verifique no seu bairro e município se há hospitais e prontos-socorros, credenciados ao seu plano.

Ainda mais, entre em contato com seu plano de saúde e solucione as dúvidas e pedidos para um atendimento de proximidade a sua região. Certamente irá ter uma rede, hospital, clinica ou serviço que atenderá a sua solicitação, conforme suas necessidades e o seu perfil.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte

Endereço Av.Brasil, 09, São José, Macepá-AP

Atendimento

Tire suas dúvidas com nosso atendimento

Fale pelo WhatsApp

SAÚDE É UM PLANO - CNPJ: 00.000.000/0000-00